11 de agosto de 2017

ELEIÇÕES NA ASSOCIAÇÃO PAIS DA BATALHA

Foto de Associação de Pais e Encarregados de Educação Agrupamento Escolas Batalha.


ELEIÇÕES APEEAAEB 


A Direção da Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escola da Batalha, vem ao abrigo dos Estatutos, informar que se encontra a decorrer até ao próximo dia 29 de agosto 2017, prazo para a apresentação das listas candidatas aos órgãos sociais da APEEAAEB. Para o efeito deverão todos os interessados, remeter até aquele prazo, para o correio eletrónico da APEEAAEB (apais.batalha@gmail.com )), as listas candidatas, as quais deverão conter, os nomes propostos para os três órgãos da APEEAAEB (Assembleia Geral, Conselho Executivo e Conselho Fiscal), bem como morada, número de telefone e identificação dos Educandos, desde que estudem em qualquer das escolas que integram o Agrupamento de Escolas da Batalha. 


Batalha, 11 de agosto de 2017 


                                                O Presidente da Assembleia Geral da APEEAAEB


                                                                              Carlos Agostinho

3 de julho de 2017

CENTRO QUALIFICA E CURSOS CIENTIFICO-HUMANÍSTICOS NO AE BATALHA

Foto de Agrupamento de Escolas da Batalha.Foto de Agrupamento de Escolas da Batalha.

Programa de Voluntariado Jovem 2017 e Férias de Verão - 2017 Município da Bataljha

Foto de Município da Batalha.


  • Programa Voluntariado Jovem em julho, agosto e setembro

A Câmara da Batalha disponibiliza aos jovens dos 14 aos 25 anos um interessante programa de voluntariado jovem, destinado a todos aqueles que pretendam realizar acções de interesse social, cultural e comunitário.

Apoio a eventos culturais, dinamização de atividades para crianças, apoio no Canil / Gatil, apoio social a idosos são algumas das áreas de intervenção que este programa disponibiliza.


Inscrições na Câmara Municipal da Batalha.

  • Férias de Verão - 2017

Ao longo dos meses de julho e agosto, a Câmara da Batalha disponibiliza diversos programas de ocupação de férias destinados a crianças e aos jovens do concelho.

Quer seja no Museu da Comunidade Concelhia, na Biblioteca Municipal ou na Rede de ATLs, são muitas as opções para umas férias divertidas e pedagógicas.

Informações e Inscrições na Câmara da Batalha, Biblioteca Municipal e Museu da Comunidade Concelhia.

25 de junho de 2017

Novo calendário escolar foi publicado em Diário da República.

Pré-escolar vai ter férias de Natal, Carnaval e Páscoa 

Novo calendário escolar foi publicado em Diário da República. Pais dizem esperar que sejam encontradas soluções alternativas para períodos de pausa. Ministério garante que crianças terão actividades. 
CLARA VIANA 23 de Junho de 2017 

 À semelhança do ensino básico e secundário, também a educação pré-escolar vai começar a ter, a partir do próximo ano lectivo, férias de Natal, de Carnaval e Páscoa, determina o calendário escolar para 2017/2018 que foi publicado em Diário da República nesta quinta-feira. As actividades da educação pré-escolar também terminarão uma semana mais cedo, estando o termo estabelecido para 22 de Junho, quando neste ano lectivo tal acontecerá a 30 de Junho. 
Será a primeira vez, desde 2002, que se regista uma harmonização dos calendários do pré-escolar com o de outros níveis de ensino. “É uma decisão que vai perturbar a vida das famílias, que não têm essas pausas laborais”, comentou o presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais (Confap), Jorge Ascenção, 
acrescentado que esta “não é a melhor resposta que se espera de um serviço público”. Referindo que a Confap não foi ouvida pelo Ministério da Educação sobre a matéria, Ascenção diz que agora só esperam que “sejam encontradas respostas, com as autarquias, que permitam às famílias ir trabalhar com tranquilidade”.
No despacho assinado pela secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, escreve-se que “durante os períodos de interrupção das actividades educativas e após o final do ano lectivo devem ser adoptadas medidas organizativas adequadas, em estreita articulação com as famílias e as autarquias, de modo a garantir o atendimento das crianças”. Em resposta ao PÚBLICO, o Ministério da Educação indicou que se está já a trabalhar nesse sentido com escolas e autarquias.


  Mais "interacção" entre autarquias e escolas 

Já o presidente da Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas, Filinto Lima, indicou que este trabalho ainda não está a ser desenvolvido no terreno porque só agora é que foi oficializado o novo calendário escolar. “A partir de Setembro vai ter de haver uma maior interacção e trabalho de proximidades entre escolas e autarquias para se levar esta mudança a bom porto e garantir que as crianças tenham actividades nesses períodos”, referiu. O PÚBLICO tentou sem sucesso obter respostas do presidente da Associação Nacional dos Municípios Portugueses (ANMP), Manuel Machado. 
Em Maio passado, quando foram consultados sobre o novo calendário, aquele responsável disse que a ANMP vai apelar aos associados para que cooperem na solução apresentada, uma vez que foi dada a garantia de que o Ministério da Educação "acompanhará na reciprocidade correspondente os encargos que venham a ser necessários suportar". Filinto Lima lamentou, por outro lado, que o calendário do próximo ano lectivo continue “refém da Páscoa”, o que leva a que exista um primeiro período “gigantesco” e um terceiro período “diminuto”, situação que vem mais uma vez pôr em cima da mesa a necessidade de se “avançar para uma organização semestral” das aulas, conforme tem sido defendido pelos directores. 
A harmonização do calendário da educação pré-escolar com o de outros níveis de ensino tem sido uma das reivindicações recorrentes dos sindicatos de professores. Segundo a Federação Nacional de Professores, esta medida “valoriza a importância e intencionalidade pedagógica deste sector de educação e a função docente dos educadores de infância”.

12 de junho de 2017

CONCERTO SOLIDÁRIO AE BATALHA DIA 16 - 19:30h

Foto de Agrupamento de Escolas da Batalha.
CONVITE
Caríssimos Pais, Encarregados de Educação, Docentes, Não-docentes, Alunos e toda a Comunidade: as turmas do 8°A, B, D e E gostariam de vos ter presentes no espetáculo musical solidário deste ano. 
Terá início pelas 19 horas e 30 minutos, no dia 16 de junho de 2017, no Polivalente da antiga escola secundária. No espetáculo faremos recolha de alimentos para as famílias carenciadas do nosso agrupamento. Contamos com o seu contributo!
Cumprimentos! 
Os Alunos do 8°ano

Academia de Verão da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Leiria (ESTG-IPLeiria)



A Academia de Verão da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Leiria (ESTG-IPLeiria) decorrerá entre os dias 3 e 7 de julho. A Academia de Verão da ESTG, já na sua 6.ª edição, é um evento destinado a alunos do 10.º ao 12.º anos, que pretendem viver a experiência de "estudar" no ensino superior.
Nestes dias, os participantes podem frequentar as atividades das diversas áreas científicas da Academia, experimentando um pouco do que se faz na ESTG desde a lecionação em sala de aula, atividades laboratoriais e em ambiente industrial e empresarial. Ao conhecerem os seus cursos e as suas saídas profissionais, os participantes terão uma experiência importante para a escolha da área a seguir no ensino superior. Os programas científicos incluem atividades científicas, projetos, visitas de estudo, workshops e outros eventos, organizados e acompanhados por estudantes e docentes da ESTG-IPLeiria, num ambiente descontraído e informal.
Podem consultar toda a informação sobre a Academia de Verão em http://www.academiadeverao.estg.ipleiria.pt/ ou na página de Facebook da ESTG-IPLeiria, em facebook.com/ESTG-Leiria
Foto de Associação de Pais e Encarregados de Educação Agrupamento Escolas Batalha.

16 de março de 2017

A VOZ DOS PAIS - BALANÇO

No âmbito do Projeto A Voz dos Pais, que a Associação de Pais tem levado a efeito, cumprido mais de metade do calendário de reuniões, impõe-se fazer um breve balanço da forma como têm decorrido este espaçado que se pretende dar Voz aos Pais, relativamente às questões mais prementes na educação dos seus filhos. A par desta iniciativa está a ser efetuado um inquérito alargado a todos os pais e/ou encarregados de educação, com diversas questões colocadas, que a seu tempo serão tratadas e sistematizadas, cujo resultado dos mesmos será dado a conhecer em momento oportuno.
Iniciada no Centro Escolar de S Mamede, de uma forma geral a reunião tem tido uma participação aquém do esperado por parte dos pais, com realce para a realizada na Rebolaria, Casais dos Ledos e agora, esta última em Reguengo Fetal.  No que concerne à Rebolaria e Casais dos Ledos, as questões centrais incidiram na preocupação dos pais relativamente a algumas questões de funcionamento e pequenas obras nas escolas, nomeadamente ao nível dos recreios e a prática de educação física. Esta participação, tendo por base as iniciativas anteriores, é reflexo da gestão da rede escolar, na sua plenitude, estar centrada no Município da Batalha, em articulação direta com o Agrupamento de Escolas, no âmbito do processo de Municipalização que está em curso e que tem dado resposta imediata às solicitações diárias nos diversos domínios, com maior acuidade a questão dos recursos humanos e pequenas obras e/ou reparações.
Quanto à reunião agendada para o Reguengo do Fetal, envolvendo a escola local e as da Torre, pelo fato de entretanto entrar em funcionamento o Centro Escolar, foi por si mesmo a reunião mais concorrida e que mereceu maior expetativa por parte dos pais, já que a este processo de transição, teria como consequência o encerramento da escola e jardim de Infância da Torre, tendo sido o tema central da reunião. Questionados pelos pais, o Município e o Agrupamento elucidaram os presentes de que, estando previsto para o inicio do próximo ano letivo a abertura do Centro Escolar do Reguengo do Fetal, no centro da freguesia e paredes meias com o TREVO/IPSS, o mesmo só iria contemplar a oferta pública do 1º Ciclo, com as duas turmas do Reguengo Fetal e uma da Torre, tendo sido pedida a prorrogação para a manutenção, por mais um ano do Jardim de Infância da Torre. Contudo, quer as três turmas do 1º Ciclo quer a autorização da manutenção do Jardim Infância na Torre, poderão sofrer alterações, dada a baixa frequência de alunos, mas ficou assente de que o Centro Escolar iria apenas contemplar a oferta do 1º Ciclo do ensino básico, situação que suscitou alguma controvérsia, já que apesar de investidos cerca de 1 milhão de euros, deixará a freguesia do Reguengo do Fetal sem oferta pública de educação pré-escolar, já que a IPSS / TREVO possuindo o mesmo tipo de oferta, tem custos de frequência nalguma situações mais dispendiosas.
Quer o Município quer o Agrupamento Escolas, nas pessoas do Vice Presidente e Diretor, assim como o Presidente da Junta Freguesia, reafirmaram que neste processo o Ministério da Educação terá a decisão final, face ao quadro de frequência de alunos expetável para o ano letivo 2017/2018, cuja manutenção do Jardim de Infância na Torre e de duas ou três turmas do 1º Ciclo no novo Centro Escolar, estará sempre condicionado à frequência efetiva das crianças, tendo sido efetuado um apelo aos pais presentes que estimulem os demais a inscrevem os seus filhos no ensino público no Reguengo do Fetal de forma a evitar os constrangimentos aqui elencados.